domingo

Casal vive em Jacareí e noiva quer fazer exames para saber se pode ter filhos Sogra, 71, casa com genro, 31, em SP

A diferença de idade de 40 anos entre o casal e o fato de a noiva ter sido sogra do noivo são as curiosidades do casamento da dona-de-casa Benedita Barbosa Machado, 71, com o vendedor Cláudio Alves Francisco, 31.
A cerimônia, simples e com 20 convites distribuídos, está marcada para às 20h de amanhã na igreja Santa Cecília, no centro de Jacareí (SP), onde o casal está morando.
"Morando em casas separadas", ressalta Benedita, que tem seis filhos, com idades entre 32 e 50 anos, além de "uns 15 netos e dez bisnetos". No dia do casamento, ela disse que vai fazer exames para saber se poderá ter mais um filho.
Francisco ficou viúvo de Nilcéia Telmo Machado, filha de Benedita, há três anos, e continuou morando no fundo da casa da sogra.
A união precisou ser autorizada por dom Nelson Westrupp, bispo da Diocese de São José, que responde por Jacareí, já que Benedita e Francisco decidiram não casar no cartório, como exige a igreja.
A medida visa evitar que a dona-de-casa pare de receber a pensão de R$ 130 do marido que morreu. Ela disse que não pode abrir mão do dinheiro. Do total, ela gasta R$ 34 para pagar a parcela da casa onde mora. O salário do futuro marido não ultrapassa R$ 500.

precisou ser autorizada por dom Nelson Westrupp, bispo da Diocese de São Jos