quinta-feira, 26 de abril de 2018

FICHA DAS FALSAS APARIÇÕES DO ESCORIAL

 FICHA DAS FALSAS APARIÇÕES DO ESCORIAL 
 Tópicos para Avaliação de Videntes Verdadeiros e falsos videntes  
Para melhor compreensão desta Ficha de Vidente, aconselho a leitura do Editorial da AMEN do dia 13 de Abril de 2008.
DADOS GERAIS DA FALSA VIDENTE AMPARO CUEVAS
Nome: Luz Amparo Cuevas                                        País:  Espanha                             Cidade: Escorial
Estado civil: Já casada com Nicasio no início das aparições                                 Filhos: 7 filhos, um dos quais morreu de overdose de droga                      
Nasceu: 13 de Março de 1931                                   Morreu:  † 17 de Agosto de 2012
Profissão: Costureira, analfabeta que mal sabia escrever, não sabia nada de religião e não era sequer praticante, e o marido era porteiro e trabalhava numa horta dos proprietários do Prado Nuevo, a mesma família onde ela fazia de mulher-a-dias.
Religião: Não praticava nem frequentava a Igreja nem os Sacramentos, mesmo depois de ter sido curada de uma doença grave em Lourdes.
Tipo de Fenómeno: Supostas aparições com 376 mensagens recebidas, e como era quase analfabeta, só se pode ficar a dever a uma intervenção diabólica, como a seguir ficará provado + sangrações por todo o corpo e até nos olhos + êxtases diabólicos + estigmas + exsudações perfumadas + visões dos céus e dos infernos + profecias falhadas do castigo que se avizinhava + incorporação espírita que lhe altera a voz + presença de espíritos diabólicos disfarçados
Quem visita a vidente: “LA VIRGEN - nossa senhora” + “EL SEÑOR - jesus” + santos + defuntos (supostamente o próprio o filho drogado, que morreu de uma overdose de droga, 5 raparigas mortas num acidente e um sacerdote, apareceram-lhe e deram-lhe mensagens) + uma  “VIRGEM” que lhe aparece vestida com diferentes indumentárias, até com as vestes papais
Início dos fenómenos: 13 de Novembro de 1980 e primeira mensagem a 14 de Junho de 1981                       
Fim dos fenómenos: 4 de Maio de 2002                       
Estado do Processo Canónico: Não existe nenhum processo aberto a nível do Vaticano, pois o passo que o antecede nunca foi cumprido, ou seja, o da Aprovação do Bispo Local.
As supostas aparições à Amparo Cuevas foram classificadas, em Abril de 1985, pelo Arcebispo Dom Ángel Suquía y Goicoechea, arcebispo de Madrid desde 1983 a1994, e falecido em 2006, com o “Non Constat de spiritualitatis”. Depois dele, as supostas aparições sempre foram criticadas e não aceites pelo seu sucessor e Bispo da diocese de Madrid Dom António Maria Rouco Varela, que sempre, e incansavelmente, se opôs aos fenómenos em que esteve envolvida a Amparo Cuevas. Assim sendo, pode-se afirmar que as supostas aparições e mensagens da Amparo Cuevas nunca tiveram o placet da Igreja Local. Estes dois bispos só apoiaram a obra que ali nasceu.
O Bispo local, Dom António Varela, só em 1994 apoiou a criação de uma Associação Pública de Fiéis com os seus três ramos, mas nunca aprovou as Mensagens dadas pela Amparo Cuevas. Devido às muitas contribuições monetárias dos peregrinos, particularmente de portugueses, o Bispo teve de ceder às pressões a que foi sujeito quanto ao seminário e à ordem de religiosas. Foi a melhor opção encontrada para intervir e mudar o curso dos acontecimentos.
Só depois do fim das supostas aparições em 2002, e com o avolumar do processo e o declínio da notoriedade da Amparo Cuevas, Dom António Varela começou progressivamente a tolerar as celebrações litúrgicas no Prado Nuevo, incrementando assim, pouco a pouco, a intervenção da Igreja naquele ninho de vespas. Só em 2011 permite a construção da Capela pedida nas supostas aparições, numa fase em que a Obra já é totalmente fruto da intervenção da Igreja e não da Amparo Cuevas.
No próprio site da Associação do Prado Nuevo, não vem nenhum documento com a aprovação do bispo local, e muito menos do Vaticano!
Decorridos tantos anos após o término das aparições (mais de 14 anos) e a morte da vidente (mais de 4 anos), se fossem credíveis, já o Vaticano teria iniciado as averiguações oficiais. Mas não o fez, porque não é conveniente, dada a sua falsidade. Também não as condena, para não denegrir a Obra Eclesial que de certa forma lhe está associada.
Principais Objectivos:
■ Roubar as orações feitas nos seus encontros, canalizando-as para o inferno, para que elas não cheguem ao Céu. As orações feitas a pedido desta falsa vidente e neste movimento diabólico, nunca chegam ao destino que é proposto. Como são pedidas por satanás, é ele que fica com elas, e daí o grande interesse em conseguir seguidores. Ler Aqui a explicação desta burla infernal.
 Lançar a confusão na cronologia apocalíptica
 Desviar a atenção das verdadeiras Aparições de Nossa Senhora
 Instilar animosidade contra o clero da Igreja Católica, através de uma crítica sistemática
 Criar falsas expectativas quanto a acontecimentos profetizados
 Criação de cansaço e debandada dos seguidores quanto aos grandes acontecimentos profetizados
 Angariação de fanáticos que prejudiquem a Fé nas Verdadeiras Aparições
 Angariação e exploração de fundos monetários no meio dos seus seguidores, através de doações e simonia
 Criação de estruturas pseudo caritativas para internar seguidores com contrapartidas monetárias avultadas.
Notas:
ÍNDICE das Notas ▲
 Advertências prévias importantes 
● Tópicos esclarecedores 
 Amigos do Escorial 
 Tópicos de Avaliação 
 CONCLUSÕES 

● Advertências prévias importantes 
Estas aparições diabólicas e falsas mensagens divinas, de todos os fenómenos infernais em que se podem incluir Dozulé, a Vassula e a Fernanda Navarro, são as mais bem disfarçadas e encapotadas de todas elas. Por consequência, é uma das mais perigosas. O conteúdo das mensagens do Escorial é clonado de outras Aparições e Mensagens Verdadeiras, e as devoções e doutrina expostas são em quase tudo semelhantes às que provém do Céu. Isto faz com que seja possível ler todas as 376 mensagens dadas e quase não conseguir distinguir no seu texto as discrepâncias que possam haver com as Revelações autênticas da Igreja.
Nos Cadernos de 1943 da Maria Valtorta podemos encontrar o seguinte ensinamento de Jesus:
Cadernos 1943 - 7 de Agosto
Já te disse: "Lúcifer esforça-se por imitar a Deus, no mal naturalmente. Assume as formas, direi assim, de vida e de postura que teve o Filho de Deus. O demónio toma a atitude de Cristo, e como Cristo tem apóstolos e discípulos.”
Cadernos 1943 - 22 de Agosto
Disse Jesus:
“Disse-te um dia que o eterno invejoso trata de copiar a Deus em todas as manifestações de Deus.”
Só se consegue distinguir a sua proveniência diabólica e infernal, se estivermos atentos a:
a) Frequência com que alguns assuntos são tratados, nomeadamente o queixume sobre a má vida de sacerdotes e religiosas.
b) Eleição de tópicos preponderantes, e muito particularmente o anúncio de catástrofes e castigos.
c) Emissores que dão as mensagens - um falso “jesus - EL SEÑOR”, uma falsa “nossa senhora - LA VIRGEN”, “anjos”, “santos” e “defuntos”, mas todos eles são demónios disfarçados.
d) Ocorrência de fenómenos claramente do âmbito do Espiritismo, como é o caso de defuntos aparecerem e darem mensagens.
e) Em praticamente 95 % das mensagens aparecem a falar e dar mensagens duas entidades, que na versão espanhola para o povo são apelidadas de:
      EL SEÑOR   e   LA VIRGEN,        mas que, sistematicamente, também são mal traduzidas para a distribuição das folhas em português, bem como no livro, por:
          Jesus      e     Nossa Senhora.
É significativa esta referenciação em espanhol e a tradução discrepante para o português. Parece que na versão em espanhol, não terá sido permitido pelo Céu que fosse usado o nome de Jesus, como sendo o emissor das mensagens. E a deficiente tradução em português, mostra uma forte motivação para dar credibilidade às mensagens, forçando a crença, com uma tradução falsa, de que é Jesus a dar a mensagem.
Pegando no original em espanhol, é elucidativa a referência em 100% das mensagens que quem fala é “O SENHOR”. Sabemos que senhores há muitos, e um deles, é o senhor do mundo - Lúcifer.
f) É bem conhecida por nós, a actuação conjunta de Jesus e da Santíssima Virgem Maria, e que chegaram até nós pelos Santos Evangelhos. Em toda a vida pública de Jesus, não houve uma única palavra conjunta proferida por Nossa Senhora, paralela à de Jesus. Só Jesus falou, porque sendo Ele o Verbo de Deus Incarnado, nada mais havia a acrescentar. A Virgem Maria sabia e sabe qual o seu papel de ouvinte, acima de qualquer outra criatura, Também sempre testemunhou o seu papel de fiel e submissa serva do Senhor. E este é o outro aspecto importante que gostava de realçar, que é altamente revelador de algo inédito na história, e que é o do estabelecimento de uma igualdade e nivelamento de importâncias entre EL SEÑOR e LA VIRGEN. Ora agora falas tu, ora agora falo eu, num diabólico bailarico de rebelião e de igualitarismo entre ambos, evidenciando o orgulho desmedido de LA VIRGEN com relação a EL SEÑOR. Como na vida terrena de ambos, da mesma maneira que Nossas Senhora nunca falou para o povo na presença de Jesus, também agora, se se verificasse a presença simultânea de ambos, Nossa Senhora, na Sua infinita humildade, nunca falaria também, pois a Palavra de Jesus bastaria para que nada faltasse ser dito.
Assim sendo, é impossível, à vista da nossa Fé e da nossa razão, esta simultaneidade de discursos conjuntos na mesma “aparição” e na mesma “mensagem”.
É no Escorial o único sítio do mundo, em que estes manifestos casos de rebelião e orgulho são imputados a LA VIRGEN com relação a EL SEÑOR.
g) O último aspecto que quero frisar, e que é contrário ao das Mensagens verdadeiras, é o de repetir mais o pedido de que se acorra àquele lugar do Prado Nuevo, do que propriamente o da conversão.
Extracto da primeira mensagem 5 de Abril de 1997.
A VIRGEM:
“… Acorrei a este lugar, Meus filhos, pois todos os que vierdes a ele recebereis graças muito especiais…
Extracto da mensagem do dia 7 de Fevereiro de 1998
O SENHOR:
“… Acorrei a este lugarfilhos meus; todos os que acorrerdes, sereis abençoados, e muitos marcados com uma cruz na fronte. É a hora das trevas, filhos meus, buscai a luz. O mundo está à beira do precipício. …”
Extracto da mensagem de 6 de Junho de 1998.
A VIRGEM:
“… Eu vos prometo, filhos meus, que todos os que acorrerdes a este lugar sereis protegidos nos “ dias das trevas”. …
Para além destes exemplos apresentados, este pedido é formulado vezes e vezes sem conta, mesmo mais do que os pedidos de conversão. O demónio quer instituir ali um portal para o inferno. Este pedido não é formulado nos, e para, outros locais de Aparições verdadeiras. Esta é mais uma das diferenças fulcrais entre o Escorial e outros locais de Aparições verdadeiras.

● Tópicos esclarecedores 
1 - Fui 4 vezes ao Escorial, ainda num tempo em que acreditava nas mensagens, mas nunca vi os fenómenos que muitos diziam ver, como anjos, luzes e milagres no Sol.
2 - Sempre me impressionou a voz roufenha e assustadora com que a Amparo fica quando recebe e transmite as mensagens. Isto é incorporação espírita e diabólica. Para fazer uma pequena ideia deste sinistro fenómeno, ver os seguintes vídeos:
Dizem eles que “nossa senhora” tomava conta das cordas vocais da Amparo Cuevas, o que resulta naquela voz sibilante e abafada …
3 - De uma das vezes que a Amparo veio a Lisboa para uma palestra, em 1998, ao Auditório do Colégio São João de Brito, às perguntas que lhe faziam, nunca era ela que respondia, mas sim um padre velhote que a acompanhava.
4 - Logo antes do fim da Palestra, vieram ter comigo a dizer que a Amparo me queria falar. Lá fui para os camarins. A Amparo Cuevas não apareceu, mas sim o padre que estava com ela, mais uns quantos fanáticos do seu séquito. Só faltou me lincharem… Nunca percebi bem porquê… Esgueirei-me e saí daquela cilada que me haviam montado. Lembro-me do que se passou com Jesus narrado em Lucas 4,29-30
5 - Nos primeiros Sábados do mês, nunca foi celebrado o Primeiro Sábado, tal como pedido por Nossa Senhora em Fátima. Essa devoção ao Imaculado Coração de Maria, nunca foi seguida no Escorial… Nem os portugueses que lá iam de camioneta o celebravam… Só nos últimos anos, depois da morte da Amparo, parece ter havido alguma mudança. Como a mensagem era dada aos sábados, ninguém arredava pé, e preferiam ouvir a mensagem dada pela Amparo do que satisfazer a devoção pedida por Nossa Senhora. O demónio é muito esperto… Isto também reflectia o espírito que levava quem lá ia - a curiosidade, e não o verdadeiro amor a Nossa Senhora.
6 - Nas peregrinações de Lisboa que iam ao Escorial, sempre se falava mais do diabo do que de Nossa Senhora, de Jesus e da Sua Misericórdia. Isto teve consequências graves para o pregador que acompanhou, anos a fio, as peregrinações, e que, curiosamente, alertava mais sobre as obras de satanás do que exortava as pessoas a recorrerem à Misericórdia de Deus. Teve de ser removido pelo Céu.
7 - Os seguidores da Amparo Cuevas são fanáticos, intolerantes, agressivos e mal dizentes de quem não acredita nela e nas suas mensagens. Insultam e maldizem quem não acredita na Amparo Cuevas. Dentro das próprias reuniões de oração que promovem, o clima é intimidatório, de invejas e intrigas.
8 - Nas peregrinações dos primeiros Sábados, vive-se um clima tumultuoso e sem Paz, bem como um clima de comércio e quermesse. São também distribuídas muitas outras mensagens de proveniências mais que duvidosas.
9 - As instituições criadas sob o manto tenebroso da Amparo Cuevas, têm sido incansavelmente denunciadas no seguinte Link pela:
Por outro lado, a Associação da Amparo Cuevas tem 3 grandes características:
a) Quem entra, é obrigado a fazer doação de todos os seus bens e rendimentos. Depois, se quiserem sair, nada lhes é devolvido!
b) A Associação não é só constituída por familiares, mas também pelas próprias pessoas que foram esfoladas dentro daquela organização do Escorial.
c) As pessoas que para lá entram, especialmente idosos, são maltratadas.
É notável, e no mínimo estranho, não haver também associações de vítimas de Fátima, Garabandal, Lourdes, Medjugorje… Porque será? Qual a diferença entre o Escorial e estas outras Aparições Verdadeiras? Para mim, a resposta é evidente: O Escorial é falso e diabólico.
10 - Por volta de 1997 foi dito uma primeira vez nas Mensagens que elas tinham acabado. Novamente em 6 de Dezembro de 1997 houve a seguinte mensagem:
Extracto da mensagem do dia 6 de Dezembro de 1997
O SENHOR:
Filha minha, disse-te que as minhas palavras se iriam encurtando, porque já tudo tinha dito; só peço que aproveitem os frutos deste lugar…
Mas passados 2 meses, reapareceram e tornaram-se novamente longas e aterradoras…
11 - Foi divulgado pelos seguidores da Amparo Cuevas, no ano 2000, um Poster colorido A3, e cujo título era:
LA SANTISSIMA VIRGEN TIENE ANUNCIADA LA 2.ª VENIDA DE JESUS PARA ESTE AÑO JUBILEO 2000
Poster distribuído em Espanha e Portugal em 2000
Neste Poster divulgado pelos seguidores da Amparo Cuevas, surge uma criteriosa mistura de fotografias, cuidadosamente preparadas, para credibilizar o conteúdo. Veja-se:
Número de fotografias                                                                                                Proveniência Celeste e Infernal
---------­---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
- 4 fotografias do Santo Sudário em primeiro  lugar.                                             Igreja e Milagre do Santo Sudário
- 3 fotografias da Vassula.                                                                                            Falsa vidente mas ainda muito credível no ano 2000
- 3 fotografias do Padre Gobbi e do Movimento Sacerdotal Mariano.              Mensagens Verdadeiras e para além de qualquer dúvida
13 fotografias do Escorial.                                                                               O Veneno do Poster
- 2 fotografias de uma imagem de Jesus em Alicante. (?)                                    Notícia apelativa
- 1 fotografia de Nossa Senhora de Guadalupe.                                                     Aparição Verdadeira
- 1 fotografia dos estigmas do Padre Pio.                                                                Místico da Igreja e para além de qualquer dúvida
- 2 fotografias de imagem que chora em Akita.                                                       Caso polémico de sangração de imagens
- 1 fotografia de Medjugorje.                                                                                        Mensagens Verdadeiras e para além de qualquer dúvida
- 1 fotografia de Lourdes                                                                                               Mensagens Verdadeiras e para além de qualquer dúvida
- 1 fotografia de uma moeda romana (não percebo significado)                       Fotografia inócua
Esta meticulosa compilação fotográfica é bem característica da clássica mistura do veneno com a verdade.

Depois desta comprovada mentira, a Amparo Cuevas, doente e cansada, acabou oficialmente com as Mensagens em 2002.
Extracto da mensagem de 4 de Maio de 2002. Extraído do Jornal Stella Maris-  Julho – Outubro de 2002, nº 383
“… meditai as mensagens. Não haverá mais mensagens, mas haverá bênçãos muito especiais e marcas que permanecerão seladas sobre as frontes.”
Afinal de contas, tinha que se manter o negócio activo para a Associação do Prado Nuevo poder facturar…
12 - Conheço bons sacerdotes que, devido à sua grande Fé, acreditam nas Aparições autênticas de Nossa Senhora, e por vezes até acreditam nas muitas falsas aparições, em que o diabo se faz passar por Nossa Senhora. O Escorial não foge à regra, e conseguiu ao longo da sua história arrebanhar e enganar muitos sacerdotes. E quando isto acontece, vai uma multidão de fiéis atrás deles e são enganados e cheios das maldições que recaem naquele lugar quando lá vão.
E o pior é que o seminário do Escorial e a associação do Prado Nuevo já produziu muitas más freiras e preparou o que serão maus padres, porque vêm assinalados com a marca diabólica nos seus corações e nas suas mentes, como verdadeiros lobos com peles de cordeiro.
Aqui a Portugal já chegou um seminarista do Escorial e estudante de teologia, o mau pregador e herege João Pedro Batalheiro Marques, que até prega nos retiros de Lamego e difunde heresias, tais como o Milenarismo e leva as pessoas a pensar que não vai haver o fim do mundo, justificando essa heresia com o facto da Bíblia portuguesa estar mal traduzida.
Com o seu testemunho de seminarista do Escorial e pelo facto de ter convivido com a Amparo durante 6 anos, numa fase em que já tinham acabado as supostas aparições, e portanto não tendo assistido ao horror das supostas aparições, leva muita gente a acreditar na veracidade daquelas manifestações diabólicas do Escorial. Devido a esta triste ocorrência em 2016, vi-me forçado a aprofundar a análise destas falsas aparições do Escorial, coisa que julgava já estar enterrada no passado. Isto é como a besta que sobe do mar, no Apocalipse 13, fere-se-lhe uma cabeça, mas ela regenera-se…
Quando eu alertei este teólogo, da nova vaga, sobre a falsidade do Escorial, recebi como resposta um email arrogante e malcriado, em que ele defende o Escorial na base de saber muito de teologia e porque:
“A minha família, quase toda afastada de Deus e a viver em pecado mortal, converteu-se lá. E como estes, vários milhões de pessoas nestes 35 anos.”
Gostava de perceber onde é que este teólogo foi buscar os milhões de pessoas que se converteram no Escorial, porque os que lá iam, eram principalmente portugueses, do renovamento carismático e eram só 2 ou 3 camionetas de peregrinos, e sempre os mesmos…? Por lá passaram, ao todo, algumas dezenas de milhares de curiosos, e lá convertidos, nunca conheci nenhum… Aliás, diga-se em abono da verdade, os habitantes locais nunca ligaram nem ligam nada àquelas supostas aparições.
Assim sendo, surgem-nos no espírito as seguintes perguntas: Poder-se-á comparar o Escorial a Medjugorje em termos de afluência? Não? Porquê?
13 - Alguma notoriedade que hoje em dia o Escorial possa ter, fica-se a dever a duas principais causas:
a) Pela positiva - Uma acção, firme e inteligente, que a Igreja Católica teve, com a criação do seminário e do convento que agora lá existem. A obra que há hoje em dia no Escorial, nada tem a ver com as aparições diabólicas que lá se deram durante anos. São fruto da Acção do Espírito Santo para salvar os que por lá andaram enganados e em vias de se perderem. Deus tira o Bem do mal.
O que se pode ver de positivo no Escorial hoje em dia, não são fruto das supostas aparições e mensagens da Amparo Cuevas, mas sim da grande intervenção levada a cabo pela Igreja Católica, na tentativa de minorar os danos diabólicos das falsas mensagens que lá se davam.
b) Pela Negativa - A existência da Associação de Vítimas das Supostas Aparições do Escorial  que não se cansa de denunciar os abusos e violências que ocorrem nas obras ligadas à Amparo Cuevas, que hoje conta com um património de muitos milhões de euros.
14 - Se fossem verdadeiras as aparições do Escorial e com o espírito aguerrido que os espanhóis têm, o local já seria hoje sem dúvida alguma a Medjugorje da Península Ibérica. Mas não. Continua ser um local apagado e esquecido do ponto de vista espiritual e Mariano. As peregrinações que lá se fazem são de meia dúzia de gatos-pingados portugueses e de alguns espanhóis, carismáticos, e pouco mais provindo de países limítrofes. Não tem nenhuma projecção internacional, o que é característico das falsas aparições, que sempre acabam por ter um raio de acção muito limitado, nunca chegando a se projectarem para o mundo.
15 - As peregrinações que ainda se fazem ao Escorial ficam-se a dever aos seus promotores, que durante largos anos a fio investiram e lucraram com elas, quer do ponto de vista pessoal quer do ponto de vista monetário. Depois de tantos anos, apesar da falência de todas as falsas e esfarrapadas profecias falhadas da Amparo Cuevas, querem defender a sua dama e credibilidade e não querem ser vistos como os tristes enganados do Escorial.
16 - A explicação de porque é que a Igreja não tomou ainda uma posição firme de condenação definitiva das supostas aparições e mensagens da Amparo Cuevas, é muito simples e pode-se resumir a 3 principais razões:
1ª) Soube aproveitar inteligentemente a inércia do movimento criado pelas falsas aparições e afluência de peregrinos, para a transformar, num movimento e obra da Igreja, com a acção do Espírito Santo, que consegue tirar o Bem do mal.
2ª) Não quer perder os investimentos humanos e espirituais que fez no Escorial. Se declarasse publicamente a falsidade dos fenómenos ocorridos com a Amparo Cuevas, iria prejudicar muitíssimo a Obra já realizada.
3ª) Para manter e evoluir a Obra Eclesial que se pode encontrar hoje em dia no Escorial, adoptou uma estratégia de serena passividade em relação aos fenómenos que ocorreram ao longo de muitos anos com a Amparo Cuevas, que com o decorrer dos anos será esquecida, tanto mais que as suas profecias falharam em toda a linha, muito em especial com a de que a Vinda Gloriosa de Jesus se daria no ano 2000.
17 - O site oficial do Escorial já está totalmente debaixo da alçada da Diocese de Madrid e totalmente filtrado pela hierarquia da Igreja Católica. Assim sendo, não se podem vislumbrar nele os tempos negros do domínio e da acção satânica no Escorial, enquanto a Amparo Cuevas recebia as mensagens nas supostas aparições.
Este site oficial do Escorial fala mais da Obra que a Igreja desenvolveu, do que propriamente das supostas aparições e das mensagens dadas pela Amparo Cuevas. Das 376 mensagens de que se fala a Amparo ter recebido, só apresenta 6 mensagens. Isto revela bem o quanto a Igreja não se quer ver associada ao lado negro do Escorial. No entanto, na necessidade imperiosa de falar das mensagens, mas com uma tão pesada herança, tenta o melhor que pode embelezar a história. Mas o que verdadeiramente a Igreja quer no Escorial, é que se esqueça a Amparo Cuevas e se veja a Obra desenvolvida pela intervenção da hierarquia eclesial.

 Amigos do Escorial 
Infelizmente, e apesar de haver Medjugorje na sua plena força, entre os tolos que ainda acreditam no Escorial, há personalidades do meio da Igreja Católica que acreditam no Escorial. É pura falta de experiência nestes fenómenos de falsas aparições, de falsas mensagens e locuções diabólicas.
Entre estas pessoas, infelizmente, ainda se podem contar entre os meus conhecidos, pelo seu excesso de fé e desejo de muitas manifestações:
■ O Padre Duarte Sousa Lara - Grande Pároco, pregador e exorcista, grande devoto de Nossa Senhora, mas que tem este probleminha de ainda acreditar no Escorial…
■ O Padre Vítor Sousa - Entusiasta das Revelações Privadas mas com poucos conhecimentos do Escorial… Conheço-o mal. Cortou relações comigo por eu denunciar o Escorial.
■ O Padre João Pina Pedro - Grande Pároco, pregador, grande devoto de Nossa Senhora, representante do Movimento Sacerdotal Mariano, do Padre Gobbi, em Portugal, mas que tem este probleminha de ainda acreditar no Escorial…
■ Manuel Nogueira - Homem dedicado a organizar excursões ao Escorial.
■ João Pedro Batalheiro Marques. Este é um caso bem diferente, mais grave, e difícil de contrariar. É um estudante de teologia e pregador herege, que fez o seminário no Escorial e esteve muito próximo da Amparo Cuevas, que tem por santa. Por este último, peço muitas orações, para que  não chegue a padre, ou então que se arrependa profundamente das asneiras e heresias que prega e se redima contritamente. Esteve muitos anos exposto à radioactividade infernal do Escorial e, por isso, o seu estado é deplorável.

■ Talvez os maiores e Verdadeiros amigos do Escorial tenham sido, ao longo dos anos, dois grandes Arcebispos de Madrid:
■ O Dom Ángel Suquía y Goicoechea, desde 1983 a 1994, e falecido em 2006. Classificou as supostas aparições à Amparo Cuevas, em Abril de 1985, com o “Non Constat de spiritualitatis”.
■ O Dom António Maria Rouco Varela, que sempre criticou as supostas aparições do Escorial, nunca as aceitou e incansavelmente, se opôs aos fenómenos em que esteve envolvida a Amparo Cuevas. As aparições e mensagens da Amparo Cuevas nunca tiveram o placet da Igreja Local. Estes dois bispos só apoiaram a obra que ali nasceu.
Foi Graças à incansável acção Pastoral destes dois Bispos de Madrid, que se conseguiu contrariar a acção diabólica da Amparo Cuevas, e levar quase ao esquecimento as suas tresloucadas mensagens, trazendo, quase inteiramente, o Escorial de novo para o seio da Igreja Católica.

TÓPICOS CONHECIDOS PARA AVALIAÇÃO 
Certamente outros elementos comprometedores existirão, mas que eu desconheço.
1) Afirma receber mensagens de “Jesus”, de “Deus Pai”, de “Anjos e Santos” e de outras almas
(Hoje em dia só a Virgem Maria foi mandada à Terra como Mensageira de Deus. Existem raras excepções dentro de uma estrita obediência à Igreja e com procedimentos excepcionais) Não há nenhum caso de Mensagens de Jesus, mas tão só Revelações feitas a almas consagradas.
- Em todas as mensagens, “EL SEÑOR” e “LA VIRGEN”, falam e dão mensagens.
- O “jesus” que lhe dá mensagens trata-a por filha, e a nós trata por filhos, o que é altamente irregular, pois somos irmãos, e não filhos de Jesus.
Sabendo nós pela leitura dos Evangelhos que a linguagem de Jesus é simples, concisa e nada repetitiva, choca ver a linguagem corriqueira que aparece nas mensagens da Amparo Cuevas atribuídas a “EL SEÑOR - jesus”. Repete vezes sem conta “minha filha” “minha filha” “minha filha” chegando a repetir mais de 10 vezes na mesma mensagem. É uma clara tentativa de lavagem ao cérebro e de endeusamento da vidente, de mostrá-la como muito querida de “deus”.
- Houve também aparições de santos e anjos que deram mensagens, por exemplo de “são josé” na aparição do dia 2 de Janeiro e 6 de Fevereiro de 1988 e de “são miguelarcanjo” na aparição do dia de 19 de Março de 1982.
- Houve também aparições de almas de defuntos que deram mensagens a darem conselhos e a fazerem advertências, umas que foram para o inferno e outras que foram para o Purgatório.
1º) Houve o caso de 5 raparigas que morreram devido a um acidente de automóvel, em que quatro delas tiveram morte imediata e foram parar ao inferno, e uma que sobreviveu uma hora no hospital, durante a qual se arrependeu e foi para o Purgatório, tendo depois aparecido à Amparo e dado mensagens na aparição do dia 4 de Novembro de 1995.
Extracto da mensagem de 4 de Novembro de 1995.
Alma condenada:
 “… Y aquí estoy sufriendo. Si no fuera porque Dios ha querido mandarme a decir la existencia de Él (2)... hay una barrera entre la Tierra y los InfiernosYo rechacé a Diosrenuncié a Dios, igual que mis compañeras. Una de ellas no está aquípero nosotros estamos aquí para toda la eternidadmaldiciéndonos y maldiciendoYo  a muchos pastores que el Infierno no existíapero ni creía en la misericordia de Dios ni en la existencia del InfiernoYo viví mi vida junto con mis compañerasviví losplaceresviví rodeada de comodidades; todo lo quería alcanzarTenía ansias de vivirdel placer. ¡Maldita hora que no creí en el Evangelio ni en las palabras de Dios! Digo estas palabras porque Dios me hace decirlas, si no, os digo que sólo desearía arrastraros conmi... noso... Éste es el deseo de los condenados: arrastrar almas... Eldemonio lo muestra todo bello, como nos lo mostró a nosotros, y caímos en su trampa; y nuestra soberbianuestra lujuria... ¡Pero no tengas compasión de nosotros, porque seguiremos maldiciéndoos, y cuántas más palabras hayamos oído de vosotros, más os maldeciremos y nos maldeciremos unos a otros! Que sepáis que no estoyaquí por mi voluntad, que estoy aquí por la voluntad de Dios para gritaros: “¡Estoy en el Infierno, estamos en el Infierno!”. No oréis por nosotros, no queremos oraciones ni plegariassólo nuestros labios pronunciarán maldición. …
2º) Outro defunto que estava no Purgatório foi um sacerdote que veio falar e fazer uma confissão pública na aparição do dia de 7 de Junho de 1997, revelando que era ele que maquinava contra a Amparo. Deduz-se que era o antigo pároco do Escorial falecido há cerca de 1 ano.
Extracto da mensagem de 7 de Junho de 1997.
Sacerdote falecido:
 “Eu estou num lugar onde ainda não fui revestido com o manto da vida. Estou coberto com a veste da morte. Mas, meus filhos, quero avisar-vos: eu fui o contaminador, eu fui aquele que se uniu a todos vós, os corruptos e incrédulos. …
Isto configura um sórdido caso de espiritismo, agravado pelo desvendar de segredos e pecados ocultos, e a suspeição terrível que é lançada sobre o defunto pároco do Escorial, criando um clima só capaz de ser fomentado por almas infernais.
3º) Um dos casos mais falados na época, mas hoje muito escondido do grande público e nos sites que difundem a Amparo Cuevas, foi o do filho da Amparo, Jesús Barderas, que era um drogado e morreu com uma overdose de droga, tendo sido encontrado em sua casa a 4 de Setembro de 1996, com 29 anos de idade, e que apareceu depois à Amparo na aparição do dia 5 de Outubro de 1996 a sugerir que tinha sido assassinado.
Extracto da mensagem de 5 de Outubro de 1996.
JESÚS BARDERAS:
 “Mamásufrí muchopero fueron segundos. Mira dónde estoy: entre la Reina del Cielo, una Señora tiernamuy tierna, que me cogió bajo su amparo, y me protegióaunque participé también del dolor y de la amargura; pero perdónalosmamáAhora es cuando he conocido la incomprensión de los hombres... Ahoramamáel seguir a Dios les ha costado a muchos la vida. Una venganza terriblemamá, por el sólo hecho de ser tu hijopero mira qué gozo y qué felicidad.”
Criminalmente nunca nada foi apurado nem constituído nenhum arguido.
Também, tendo em conta as datas, terá sido libertado muito rapidamente do Purgatório, onde só permaneceu 1 mês, e ido logo para o Céu. Também isto é altamente irregular, pois sendo um drogado declarado e morrido em pecado mortal a se drogar, podemos legitimamente ter à luz dos ensinamentos da Igreja as mais sérias dúvidas. Mas como quem apareceu à Amparo Cuevas não foi o filho, mas sim um demónio disfarçado, podemos duvidar seriamente da veracidade da mensagem, pois o demónio é o pai da mentira.
- Estes 3 casos acima apresentados configuram um fenómeno clássico de espiritismo. Nestes casos de aparições de almas de defuntos, está ensinado pela Igreja que quem aparece sob a forma dos defuntos, não são os próprios, mas sim demónios disfarçados, pois a comunicação entre os defuntos e vivos está proibida.
Lucas 16, 26
E além disso, entre nós e vós está posto um grande abismo, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem os de lá passar para nós.
2116. Todas as formas de adivinhação devem ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demónios, evocação dos mortos ou outras práticas supostamente «reveladoras» do futuro (45). A consulta dos horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e de sortes, os fenómenos de vidência, o recurso aos "médiuns", tudo isso encerra uma vontade de dominar o tempo, a história e, finalmente, os homens, ao mesmo tempo que é um desejo de conluio com os poderes ocultos. Todas essas práticas estão em contradição com a honra e o respeito, penetrados de temor amoroso, que devemos a Deus e só a Ele.
Nenhumas destas fantochadas se passam nas Aparições Autênticas de Nossa Senhora.
2) Tem mensagens muito longas e fala sobre temas da actualidade noticiosa
(O Céu não é comentarista de serviço como os noticiários televisivos)
- As suas mensagens não são longas, mas sim, extra-longas. Se as compararmos com as de Fátima, Garabandal e Medjugorje, então são completamente desproporcionais.
3) Assusta as pessoas com profecias catastróficas constantes
(O Céu não quer assustar as pessoas, mas sim que se convertam por amor)
- O forte das mensagens do Escorial, são as profecias catastróficas, bom motivo de angariação de clientelas, sempre sedentas de emoções fortes. Era o cavalo baio em toda a linha.
- Relata e profetiza castigos aterradores para a humanidade, e repete-os incansavelmente em dezenas de mensagens, ao contrário de Medjugorje que só nos exorta ao amor e à Oração de Coração. São pessoas distintas que falam num e noutro lugar.
- Assim procedendo, incute no seguidor das suas mensagens um sentimento nefasto de um Deus castigador, que descarrega a sua ira sobre a pobre humanidade, ao contrário do sentimento que nos despertam as Mensagens de Medjugorje, que nos mostram um Deus Amoroso, Compassivo e sempre disposto a perdoar e a derramar a Sua Misericórdia.
4) Faz profecias sobre acontecimentos que advirão em breve, mas que depois nunca se concretizam
(O Céu é manso e sereno nas suas advertências)
Fala do Aviso e do Castigo terrível que estão para vir muito em breve sobre a humanidade, mas depois nunca chegam. E o para “breve”, é naturalmente na nossa linguagem, pois é para nós que se dirigem as mensagens.
Extracto da mensagem de 11 de Fevereiro de 1982.
LA VIRGEN:
 “O castigo está muito perto; consistirá, minha filha, em que os astros chocarão com a Terra; estão a ponto de destruir a maior parte da humanida­de. O astro Eros iluminará toda a humanidade; será horrível, minha filha, parecerá que o mundo está em chamas. Até os justos o verão, mas não os afectará absolutamente nada. Muitos também morrerão dessa grande impres­são, será como chuva de fogo; tremerá toda a Terra.”
Nesta mensagem refere-se ao castigo que está muito perto, mas já lá vão quase 30 anos e ainda nada aconteceu. O asteróide Eros passa, volta e meia, pela Terra, mas sempre sem perigo algum. Passou pela Terra em 1975, depois novamente em 2012 e só voltará uma vez mais, sem perigo algum, em 2056.
6) Profetiza datas para acontecimentos que não se vêm a verificar
(O Céu nunca define datas precisas)
- O mais clamoroso de todos os acontecimentos foi o anúncio da Vinda Gloriosa de Jesus para o ano 2000. Foi um falhanço descomunal!
7) Inventa muitas novas orações, devoções, falsa doutrina e até novos dogmas
(Tem por objectivo desviar a atenção das verdadeiras orações poderosas já conhecidas, e de criar a divisão no seio do rebanho de Jesus Cristo)
- Há sempre bênção para diversos fins, dados aos Terços que lá estejam presentes nas aparições, ou na altura da leitura das mensagens. Depois são vendidos pela organização da Amparo Cuevas. Isto é simonia, condenada pela Igreja.
- Neste ponto, a Amparo Cuevas foge à inovação que o demónio tem de criar novas orações, e supera-se na arte de copista, pois faz a clonagem e reproduz os grandes pedidos feitos em La Salette, Fátima, Garabandal e Paray-le-Monial, por vezes, em parágrafos inteiros, rigorosamente iguais, particularmente em relação a La Salette. Tal como em todas as falsas aparições, o diabo sempre mistura o seu veneno no meio de bons pedidos de oração, para se disfarçar e mais facilmente enganar as pessoas. É uma característica omnipresente de todas as falsas mensagens - os pedidos de oração. Se não fizesse a exortação à oração, logo desconfiaríamos da sua proveniência…
8) Quando recebe as mensagens fica com uma voz alterada e tem atitudes estranhas
(Estes fenómenos passam-se nas sessões de espiritismo em que se dão as chamadas incorporações e outros fenómenos de índole diabólica)
- Diz a Amparo Cuevas e os seus seguidores que a voz fica alterada, porque “nossa senhora” toma conta das suas cordas vocais e fala por meio delas. Daí a voz roufenha, grave e assustadora com que a Amparo fica. Isto é um caso típico de incorporação espírita, que é useiro e vezeiro no espiritismo.
Este fenómeno diabólico também ocorre em Villacañas com uma outra falsa vidente Epifania.
Para ver e ouvir pequenos excertos das assustadoras mensagens a serem dadas pela Amparo Cuevas nos seguintes vídeos no Youtube:
9) O vidente nunca é exaltado publicamente, nem ameaça quem não acreditar nas suas mensagens
(Deus não quer que o vidente se ensoberbeça e deixa sempre a dúvida pairar, para que a Fé possa vencer)
Todos os seguidores da Amparo Cuevas, são fanáticos, em nada mansos e endeusam-na.
12) Vive inquieto, deixando-se enredar por seguidores fanáticos
(Os fanáticos, que “endeusam” os videntes, muito facilmente moldam-no ao seu gosto)
Se o Escorial atingiu alguma plateia, em muito se deve ao fanatismo dos seus seguidores, que sempre foram muito activos, aguerridos e truculentos, como bem se reconhecem os filhos das trevas, em oposição aos servos do Senhor, que sempre são mansos e humildes de coração.
15) Tem grande necessidade de que as suas mensagens sejam reconhecidas como verdadeiras
(O verdadeiro vidente vive serenamente o seu dom, com consciência de ser um mero instrumento, e de que quem tem de abrir caminho, é Deus, e não ele)
- Foi prometido por “EL SEÑOR” que as mensagens seriam dadas aos primeiros sábados do mês, o que fez com que a maioria dos peregrinos que lá se deslocavam, não tinham modo de cumprir a Devoção dos Primeiros Sábados pedida por Nossa Senhora de Fátima, pois no Escorial durante largos anos não houve essa possibilidade por falta de Missas e de sacerdotes que pudessem atender os peregrinos. Só com a intervenção da Igreja se começou a praticá-la.
16) Tem necessidade de tornar tudo imediatamente conhecido pelos outros
(Mal recebe uma “mensagem” quer torná-la imediatamente conhecida)
- Depois de proibida pelo Bispo de se dirigir ao Prado Nuevo em 1985, o que cumpriu, a mensagem era, logo a seguir, transmitida a sua gravação, através dos altifalantes pendurados nas árvores do Prado Nuevo.
17) Tem um interesse obsessivo em angariar seguidores; busca ter lucro com seus escritos
(O céu não se faz mercadoria, nem a fé é fonte de lucro ou moeda de troca)
- Foram os seguidores da Amparo que fizeram rolar muito e muito dinheiro na Associação, o que veio a exercer uma enorme pressão sobre a própria Igreja local e os proprietários do Prado Nuevo, que acabaram por lhe vender os terrenos por 5 milhões de euros. A Associação tem um património avaliado em largos milhões de euros.
18) Tem necessidade de auto-promoção e de ser adulado pelos outros
(Deus jamais se faz presente num orgulhoso)
- Nada se passava com a Amparo Cuevas que não fosse largamente publicitado, tal como se passa com as pop-stars. Ela sempre com a sua humildade aparente era adulada por todos os seus seguidores, de quem mantinha uma certa e apropriada distância, que favorecia o seu endeusamento.
- Também se faz a auto-promoção prosélita do Prado Nuevo:
Extracto da mensagem de 2 de Maio de 1998.
A VIRGEM:
“… Quantos consolos têm recebido as almas neste lugar, que vieram tristes e afligidas! Quantos pecadores se hão convertido! Quantos males físicos e morais se hão curadoneste lugar! Filhos meus, reconhecei os frutos. Mas como sois tão cegos que não quereis reconhecer a árvore do fruto?
21) Lamenta-se das perseguições que sofre, chora facilmente e murmura sobre os outros
(Lamentar-se das perseguições é indicativo seguro de falta de apoio espiritual do Céu)
- Sempre foi tida por todos como uma alma vítima. Infelizmente os seus tormentos tinham uma proveniência bem estranha, pois assumiam características rocambolescas. Com os outros videntes das Aparições verdadeiras contemporâneas nada destes fenómenos se passaram, como as sangrações por todo o corpo e até nos olhos, estigmas e exsudações perfumadas.
22) Às vezes fecha-se num grande mutismo, e é pouco comunicativo
(Esta é uma das indicações mais seguras de que é satanás quem está por detrás dele)
- A Amparo Cuevas era muito pouco dada a falar e a se dar aos seu seguidores, enclausurando-se numa redoma que a mantinha afastada das pessoas.
29) Critica abertamente os padres ou outros membros da hierarquia da Igreja que não creiam nele
(Prova de falta de unidade – quem divide serve o demónio)
- Enquanto em La Salette Nossa Senhora advertiu, uma única vez numa só Mensagem, de que havia bispos e sacerdotes pelos caminhos da perdição, no Escorial, a Amparo Cuevas repete dezenas de vezes, em dezenas de mensagens, críticas aos sacerdotes e consagrados, acusando-os de que pecam gravemente. Deste modo, deixa de ser uma advertência geral, e passa a ser uma acusação difamatória e cerrada aos sacerdotes e à Igreja no seu todo. É má-língua a sistematicamente dizer mal da Igreja e dos seus Padres. Um ataque sistemático desta dimensão, só o inferno é capaz. Fica-se com um sentimento e uma opinião nefasta e negra sobre os Sacerdotes e demais religiosos.
Extracto da mensagem de 2 de Outubro de 1998.
A VIRGEM:
“… Os religiosos, muitos deles, depois de terem feito votos e promessas, procuram uma vida mais fácil e saem dos conventos para trabalharem no mundo, mas não como ministros de Deus. Muitos conventos estão murchos, Minha filha. …
Este queixume nunca poderia ser feito a uma leiga, mas sim a cada um dos religiosos que se desviaram. Assim, não é um queixume, mas sim, uma crítica e uma denúncia pública, o que configura uma falta de amor contrária a Deus.
Extracto da mensagem de 18 de Dezembro de 1981.
EL SEÑOR:
 Todos os dias te darei duas horas de agonia, oferece-as pelos sa­cerdotes, que estou constantemente a sofrer por causa deles. Oferece... por todos os meus sacerdotes; pelos pecados de impureza que alguns estão a cometer constantemente. Descuraram a oração, esqueceram as coisas de Deus; eles, com as suas orações, podiam salvar muitas almas.
Estas críticas aos sacerdotes são feitas inúmeras vezes, com muita mais frequência dos que a dos homens declaradamente inimigos da Igreja, como por exemplo em 19 de Novembro de 1982, 25 de Novembro de 1981, 1 de Janeiro de 1982, 12 de Agosto de 1982, 2 de Julho de 1983 e 6 de Agosto de 1983.
Critica também frontalmente muitos Cardeais, Bispos e Arcebispos nas mensagens de 23 de Outubro de 1981, 11 de Dezembro de 1981, 22 de Janeiro de 1983, 11 de Dezembro de 1981, 1 de Janeiro de 1982, 11 de Fevereiro de 1982, 12 de Agosto de 1982, 4 de Dezembro de 1982, 2 de Julho de 1983, 1 de Janeiro de 1983 e 6 de Agosto de 1983.
A 20 de Novembro de 1981 a VIRGEM dá-lhe uma longa mensagem sobre o mal dos sacerdotes e do mundo, que é uma réplica exacta dada por Nossa Senhora em La Salette. O demónio conhece de cor todas as Mensagens verdadeiras dadas por Nossa Senhora.
31) Não consegue falar a linguagem do Céu; faz previsões falsas e comete erros até mesmo grosseiros
(O Céu tem a linguagem do Espírito Santo, sem erros nem falsidades)
Uma das coisas mais espantosas destas mensagens dadas à Amparo Cuevas é o mimetismo com que o diabo soube construir os textos, de tal maneira que o conteúdo é quase todo de acordo com ao Doutrina da Igreja, quer nos ensinamentos, quer nas devoções, quer na descrição do mundo, quer mesmo até nas profecias. Com raras excepções, quase tudo é igual. Só diferem e só se pode avaliar da sua falsidade e da sua proveniência infernal, se estivermos atentos aos 3 seguintes factos:
1º - A frequência com que certas coisas são ditas e repetidas. Em particular temos de estar atentos às críticas aos sacerdotes e aos religiosos e religiosas, que a todo o momento são surrados impiedosamente.
2º - Também podemos ver a proveniência maligna se estivermos atentos aos pontos fundamentais e com maior ênfase dada a determinados temas. Os temas eleitos são os do castigo e do horror que se aproximam da humanidade
3º - Também temos de estar atentos a quem dá as mensagens, tal como um falso “jesus”, anjos e defuntos, pois nestes emissores das mensagens podemos claramente vislumbrar a sua proveniência diabólica, pois por Decreto do próprio Deus, a única Mensageira para estes tempos do fim, foi designada a Virgem Maria, e mais ninguém.
Quanto à Doutrina, está toda certinha, de tal maneira que pessoas com falta de conhecimentos e de prática nesta matéria, podem ser levadas a dizer que leram todas as mensagens e não descobriram nada de contrário à Doutrina da Santa Igreja. Os incautos e ignorantes estarão a se esquecer, que o demónio é infinitamente mais inteligente do que qualquer humano, e que sabe de cor e da frente para trás todas as doutrinas da Igreja e todo o texto das Sagradas Escrituras. E usa esse conhecimento para esconder o veneno que instila nas falsas mensagens que transmite aos seus escolhidos. Umas vezes é mais descarado e outras menos, mas em todas as mensagens ele insere verdades misturadas com mentiras.
Já nas Mensagens Verdadeiras, só se encontram Verdades. Por isso, temos de ser muito cautelosos. Basta haver uma mentira, para sabermos que a sua proveniência é o inferno.
Vou apresentar alguns erros, entre muitos outros, contidos nas mensagens.
Extracto da primeira mensagem de 14 de Junho de 1981.
A VIRGEM:
“Sou a Virgem Dolorosa. Quero que se construa neste lugar (aponta com a mão) uma capela em honra do meu nome; que se venha meditar de qualquer parte do mundo a paixão do meu Filho, que está muito esquecida. Se fazem o que eu digo, esta água curará. Todo o que vier rezar aqui diariamente o santo rosário será abençoado por mim. Muitos serão marcados com uma cruz na fronte. Fazei penitência. Fazei oração.”
Há nesta mensagem uma série de incongruências:
1ª - A construção de uma capela devia ser em honra da Virgem Maria e não do seu nome.
2ª - “Que se venha meditar de qualquer parte do mundo” também é uma frase pleonástica, pois quando se vem, certamente há de ser de algum lugar… por isso, o sentido que ali se quer fazer passar, é o de dizer que hão de vir de muitas partes do mundo, e por isso, não passa de auto publicidade, logo a partir da primeira mensagem. É dada também uma importância grande a que se venha àquele lugar, mais do que à própria meditação.
3ª - “Se fazem o que eu digo, esta água curará” também é ambígua, porque se fica sem saber ao certo se se refere à construção da capela ou à meditação da paixão do seu filho. Em todo o caso é condicional e muito exclusiva, pois só depois da construção da capela é que a água curará, ou depois de meditar na paixão… Milhares de pessoas se molharam naquela água e não obtiveram cura nenhuma. É uma simples clonagem às Aparições de Lourdes e da sua Água Curativa.
4ª - “Todo o que vier rezar aqui diariamente o santo rosário será abençoado por mim.” Pelo texto, só aqueles que rezarem ali diariamente o terço, isto é, todos os dias, é que serão abençoados. Os que lá forem só um dia, de vez em quando, não serão abençoados. Bem como aqueles que não rezarem ali, também não serão abençoados. Logo no início das mensagens é, pois, bem frisada a necessidade de deslocação àquele lugar. Se não for ali, ninguém será abençoado.
5ª - “Muitos serão marcados com uma cruz na fronte”. Será que alguém quer uma cruz marcada na testa, como a que um maluquinho andava a mostrar e a dizer que a tinha recebido no Escorial, como um bezerro marcado com um ferro em brasa? Eu por mim, não muito obrigado.
Estas 5 irregularidades são demais para uma única mensagem de “A VIRGEM” (Nossa Senhora) e ainda para mais, logo na primeira de todas as mensagens dadas.
Extracto da primeira mensagem 6 de Janeiro de 1985.
A VIRGEM:
“… Bom homem, dás-Me abrigo para proteger o Meu Filho e o Meu marido do mau tempo?
Nesta tradução da mensagem para português “nossa senhora” refere-se a São José como sendo seu marido, o que é altamente irregular, pois só era Seu esposo, o que é completamente diferente. No entanto no original em espanhol está esposo. Aqui é revelada grande ignorância dos tradutores e no seio do movimento.
Extracto da primeira mensagem 7 de Dezembro de 1996.
A VIRGEM:
“… O Verbo encarnou por Obra e Graça do Espírito Santo, Minha filha, e fez-se homem, igualando-se em tudo ao homem, menos no pecado.
Nesta mensagem também há um erro teológico grave, que é o de dizer que Jesus fez-se igual ao homem, quando nas Sagradas Escrituras está que Jesus fez-se semelhante ao homem, como podemos ler em:
Hebreus 2,17
17 e por isso convinha que ele se tornasse em tudo semelhante aos seus irmãos,
Extracto da mensagem de 4 de Julho de 1998.
EL SEÑOR:
“… Meu Pai a exaltou aos Céus e a fez participar de todos os mistérios. A deu por Mãe aos homens, …
Isto está incorrecto, porque não foi Deus Pai que deu a Virgem Maria como Mãe aos homens, mas sim Deus Filho, pregado na cruz.
Extracto da mensagem de 6 de Julho de 1981.
EL SEÑOR:
… A humanidade não quer escutar as palavras da minha Santíssima e pura Mãe; Ela manifestou-se em muitos lugares de Espanha, mas não acredi­tam n'Ela. …»
O “SENHOR” deve estar a se referir a muitos lugares de falsas aparições que sucederam Espanha, pois verdadeiras não houve nem sequer uma. Depois desta data continuaram a haver falsas aparições do diabo em Espanha, como HigueronVillacañasMálagaToledo e Sevilha
Extracto da mensagem de 20 de Novembro de 1981.
EL SEÑOR:
Minha Mãe Santíssima está a aparecer em muitas partes e está a dar mensagens para que se difundam por todo o mundo; e não fazem caso d'Ela.
O “SENHOR” deve estar confundido, porque naquela data só havia as Aparições de Medjugorje que tinham começado nesse ano. Por isso, o “SENHOR” quer credibilizar as falsas aparições. Por isso, o “aparecer em muitas partes” é mentira.
Extracto da mensagem de 22 de Fevereiro e de 25 de Março de 1982.
LA VIRGEN:
 “Perto está o dia do Juízo final das Nações e a sentença do Pai, (22.2.82). Estai preparados para o dia do Juízo das Nações... será horrível; ouvir-se-ão estrondos tão terríveis que parecerá o fim do mundo. (25.3.82).”
Aqui é criado um acontecimento horrível e terrível que parecerá o fim do mundo, mas que será o Juízo das Nações. O que será isto?
Extracto da mensagem de 3 de Maio de 1997.
LA VIRGEN:
“… A Bela entre todas as mulheres.”
Depois de uma página inteira em “nossa senhora” passa a falar de si mesma, enumerando todas as suas virtudes, deliciando a Amparo Cuevas, afirma que é a Bela entre todas as mulheres. Isto não é mentira, mas não é a linguagem da Virgem Maria, a humilde serva do Senhor. Ela nunca se vangloria àquele ponto nem fala de si própria, se enaltecendo daquela maneira.
Extracto da mensagem de 6 de Setembro de 1997.
EL SEÑOR:
“… Eu não sou um Pai castigador. São os filhos que ofendem a Minha Majestade Divina...”
Se fosse Jesus a falar, nunca falaria de si próprio como sendo um Pai, pois Ele é o Filho, e nós não somos seus filhos, mas sim, irmãos!
33) Cria esquemas de divulgação, com envolvimento de muito dinheiro e cria um aparato financeiro ao seu redor, visando o lucro
(Quem se liga ao dinheiro, desliga-se do Céu)
- A Amparo Cuevas criou à sua volta uma organização poderosa, à custa de avultados contributos de seus seguidores. Nesta instituição multifacetada, tem muitos idosos e outras pessoas que vão viver num certo tipo de comunidade, em que dão todos os seus rendimentos e fortunas à organização, antes de serem admitidos. Depois são maltratados e têm má alimentação. Se quiserem sair, encontram grandes dificuldades, e o dinheiro e demais bens imobiliários nunca lhes são restituídos. Já foi criada uma Associação das Vítimas do Escorial e existem Processos criminais a decorrerem contra a Amparo Cuevas. Tudo isto já foi largamente noticiado na imprensa e nas televisões.
Notícia da Agência Lusa, publicada no Diário de Notícias, sobre uma Congregação religiosa, no Escorial, acusada de «raptar» pessoas
 2007/02/16 | 08:49
“Há 25 desaparecidos. Uma portuguesa já terá estado «sequestrada».
Uma organização espanhola acusa uma congregação religiosa criada à volta de alegadas aparições de Nossa Senhora nos arredores de Madrid de ter feito «desaparecer» pelo menos 25 pessoas ligadas ao culto, entre as quais uma portuguesa.
A acusação é feita pela Associação de Vítimas das Supostas Aparições do Escorial, que acusa a vidente que chefia o movimento, e que alegadamente viu Nossa Senhora, há 25 anos, no Escorial, a cerca de 50 quilómetros a sudoeste de Madrid, de coordenar o que dizem ser «uma seita».
«Há pelo menos 25 pessoas que desapareceram, que se esfumaram, de quem as famílias nunca mais ouviram nada», disse à Lusa o presidente da Associação, Juan Carlos BuenoBueno denunciou, em particular, o caso de uma jovem portuguesa de 19 anos, Filipa, que esteve «sequestrada» durante vários dias pela congregação e que só conseguiu sair mediante a intervenção dos tios, que se deslocaram propositadamente de Portugal.
«Temos três casos de jovens espanholas que conseguiram escapar da rede e que denunciaram a situação. O meu próprio irmão, com 33 anos, também foi captado», afirmou. Segundo Bueno, a seita «usa a mensagem religiosa e a lavagem cerebral, com ameaças, de que só fazendo isto ou aquilo é que se poderão curar ou ultrapassar as dificuldades que sentem». Os casos, afirmou, foram já denunciados tanto em Espanha como em Portugal.
Apesar de várias tentativas da Agência Lusa, não foi possível contactar com nenhum dos responsáveis do movimento.”

Outras notícias da comunicação social, mas cujos links já não estão operacionais
http://www.redescristianas.net/2006/06/23/carta-de-la-asociacion-de-las-victimas-de-las-apariciones-de-la-virgen-de-el-escorial-a-los-obispos-y-los-parrocos-de-madrid/
http://www.victimasaparicionesdelescorial.org/index2.htm
http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/portugal/detalhe/portugueses-acusam-vidente-de-madrid.html
http://xl.sapo.pt/?play=/MTE3NTk4MjQ0Mw==/MDcwNDIwMDdfZXNjb3JpYWw=/Nzg3OGViNGVjMDRiNmE4NmEwOTQzNDkwYzQ4NTVhMjc
http://pesquisa.sic.pt/search?q=cache:lOW03gUH9TEJ:sic.aeiou.pt/online/noticias/sic%2Btv/reportagem%2Bsic/20070404%2B-%2BEscorial.htm+escorial&access=p&sort=date%3AD%3AS%3Ad1&output=xml_no_dtd&ie=UTF-8&lr=lang_pt&client=sic_frontend&site=aeiou_sic_collection&proxystylesheet=sic_frontend&oe=UTF-8
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=347583&tema=27
http://www.rtp.pt/noticias/index.php?headline=98&visual=25&article=309713&tema=31
34) Normalmente já é adulto feito quando começa a receber “mensagens” e não é inocente e humilde como as crianças escolhidas pela Vigem Maria nas Aparições já aprovadas pela Igreja.
(O demónio não está autorizado pelo Céu a usar os mesmos critérios de escolha da Virgem Maria)
- Quando começou a ter as aparições já era uma mulher feita, casada e com 7 filhos. Nada de semelhante aos habituais pastorinhos que Nossa Senhora escolheu em La Salette, Lourdes, Fátima, Garabandal e Medjugorje.
- A Amparo não frequentava a Igreja nem os Sacramentos, mesmo depois de ter sido curada em Lourdes de uma doença grave. Era fria na Fé e ignorante na Doutrina. Isto também se opõe aos outros videntes acima citados, que todos eles já eram devotos e de imediato cresceram em santidade.
- Com a Amparo Cuevas, tudo se passou ao contrário do que nas Aparições Verdadeiras. Desde a idade, à profissão, à Fé e aos fenómenos místicos que aconteceram.
Videntes
Idades
Estado civil antes
Estado civil depois
Profissão
Emissores
La Salette
crianças de 10 anos
solteiros sem filhos
solteiros e freirinha
pastorinhos
Nossa Senhora
Fátima
crianças de 10 anos
solteiros sem filhos
solteiros e freirinha
pastorinhos
Nossa Senhora
Garabandal
crianças de 11 anos
solteiros sem filhos
solteiras e casadas
campesinas
Nossa Senhora
Medjugorje
crianças de 12 anos
solteiros sem filhos
solteiras e casadas
campesinas
Nossa Senhora
Escorial
Idade madura
casada com filhos
viúva
costureira
jesus + nossa senhora + anjos + defuntos
Vassula
Idade madura
divorciada
divorciada
modelo de modas
jesus + nossa senhora + anjos + defuntos
Fernanda Navarro JNSR
Idade madura
casada com filhos
casada
dona de casa
jesus + nossa senhora + anjos + defuntos

Veja-se a uniformidade nas Aparições Verdadeiras e as discrepâncias nas Falsas. São pormenores, bem sei, mas são decretados por Deus para nosso auxílio, para as conseguirmos detectar mais facilmente.
35) Os crentes de falsas mensagens normalmente são agressivos quando as defendem perante pessoas que não acreditam na sua veracidade.
(O demónio instila agressividade nos seus seguidores, ao contrário da mansidão dos crentes nas Mensagens da Virgem Maria)
Todos os seguidores da Amparo Cuevas, quando confrontados com alguém que não acredita na veracidade dos fenómenos, transformam-se em autêntico demónio fulos e agressivos, normalmente começando logo a nos classificar como ignorantes e a fazer ameaças e a dizer que nos vamos condenar.
agressividade e violência normalmente envolvem o ambiente da vida dos falsos videntes. No Escorial isto foi uma constante na vida da Amparo Cuevas, que desde sempre acompanhou o desenrolar dos fenómenos ao longo dos anos.
Em 1985, se não estou em erro, foi brutalmente atacada por 2 homens e uma mulher encapuçados, que a despiram, agrdiram e meteram-lhe uma pedra na boca e queriam abrigá-la a confessar que tudo era mentira. Este tipo de violência nunca se passou nas Aparições Verdadeiras, pois os videntes sempre tiveram do Céu uma protecção especial.
conflito gerou-se com a disputa dos terrenos do Prado Nuevo, que pertenciam aos patrões do marido da Amparo. Eles queriam urbanizar os terrenos, mas os fanáticos seguidores da Amparo opuseram-se, criando um conflito que se agudizou ao longo dos anos e acabou por dividir o Escorial. Uns a favor e outros contra. Os que não acreditavam na veracidade das aparições e estavam do lado dos donos do Prado Nuevo, liderados pelo pároco da paróquia do Escorial, que sempre foi contra a veracidadedas supostas aparições. Do outro lado, os defensores da Amparo, que devido ao dinheiro que a Associação foi angariando, foi ganhando força, acabando por comprar o Prado Nuevo. Depois veio a serena e firme intervenção da Igreja, que vem amenizando o clima de guerra que sempre acompanhou ao longo dos anos as supostas aparições à Amparo.
A oposição às falsas aparições da Amparo Cuevas sempre foi combatida a ferro e fogo pelo inferno. Foram 3 os homens que fizeram frente à Amparo Cuevas: o pároco Dom Pablo Camacho, o presidente da Câmara e o administrador dos terrenos do Prado Nuevo. No ano de 1995 deu-se um triplo e estranho acontecimento:
O pároco foi parar em coma ao hospital e pouco tempo depois foi transferido para outra paróquia. O presidente da Câmara perdeu as eleições contra todas as expectativas e o administrador do Prado Nuevo morreu. Passados uns anos, e depois de muitas lutas intestinas, o Prado Nuevo acabou por ser vendido à Associação da Amparo Cuevas por 5 milhões de Euros.
Só às portas da morte, e vencido, é que o pároco do Escorial, como bom católico, como mandam os Evangelhos, pediu desculpa à Amparo Cuevas por algum mal que possa ter feito. Com este acto heróico de humildade, entregou a sua alma ao Criador.
Nada destas contendas aconteceram nos outros Lugares de Verdadeiras Aparições. Também aqui podemos ver um sinal do que se passa no Inferno - ódios, violência e guerras.
36) Muitas vezes nas falsas aparições, o demónio insere fenómenos fantásticos, na tentativa de mais facilmente enganar as pessoas.
(O demónio é manhoso e pretende enganar as pessoas e convencê-las, mais facilmente, de que quem fala é do Céu. Tenta forçar a Fé das pessoas)
- O fenómeno mais fantástico destas aparições e mensagens, é a voz alterada da Amparo Cuevas, verdadeiramente assustadora.
Eu próprio fiz gravações no Prado Nuevo das mensagens transmitidas pela Amparo através dos altifalantes pendurados nas árvores. Era uma voz terrivelmente rouca, sibilante e assustadora.
Para ver e ouvir pequenos excertos das assustadoras mensagens a serem dadas pela Amparo Cuevas nos seguintes vídeos no Youtube:
- Apareciam-lhe os estigmas nas mãos e sangrava dos olhos e de outras partes do corpo. Havia muitos testemunhos destas manifestações demoníacas, sendo algumas até freiras.
- Os fanáticos que a seguem e nela acreditam, também afirmam sempre verem anjos e luzes estranhas à volta do Prado Nuevo, que é o local das aparições. Para mim são os demónios a rondarem o Prado Nuevo.
- Encontrei mais do que uma vez um homenzinho português que tinha uma cruz grande e purulenta na testa, com cicatrizes e sangue, como que infligida com um ferro em brasa, e que afirmava que tinha sido assim marcado, como testemunho da veracidade das aparições do Escorial. Ele circulava pelos meios do renovamento carismático. Era horroroso e perfeitamente diabólico. Penso que isto se devesse à seguinte mensagem:
Mensagem de 4 de Maio de 2002. Extraído do Jornal Stella Maris-  Julho – Outubro de 2002, nº 383
“… Não haverá mais mensagens, mas haverá bênçãos muito especiais e marcas que permanecerão seladas sobre as frontes.”


 CONCLUSÕES 
Este é, sem dúvida alguma, um dos locais mais dissimulado de falsas aparições, ou seja, de manifestações diabólicas, que existe à face de Terra.
O que se vê hoje em dia no Escorial, não é fruto das falsas aparições e falsas mensagens dadas pelo demónio à Amparo Cuevas, mas sim o fruto da incansável obra levada a cabo pela Diocese de Madrid e dos seus Bispos, para atenuarem a manifestação diabólica e transformarem o local num local de oração.
Com a morte da Amparo Cuevas, que Graças a Deus foi removida deste mundo para deixar de enganar as almas, e também à gradual remoção de outros dos seus promotores, os malefícios provocados pelo demónio naquele local em que se manifestou tão fortemente, também têm sido muito atenuados devido ao facto da Igreja Católica ter intervindo e, quase por completo, ter retirado do site oficial do Escorial as maléficas, falsas e mentirosas mensagens dadas á Amparo Cuevas.
Apesar da intervenção da Igreja naquele local, ainda por lá andam muitos demónios, e a sua acção continua a ser perigosa e trazendo muitos malefícios às pessoas que lá se deslocam. Diz o ditado: Quem brinca com o fogo, queima-se. E eu acrescento: A radioactividade não se vê mas mata. Assim também é com a proximidade das almas a coisas diabólicas. Não se vê, mas o mal é feito e vai sendo inoculado no coração das pessoas que se aproximam.
Se existem tantos outros locais Verdadeiros e Seguros para peregrinar, porquê ir ao Escorial? Vá-se a Fátima, a Garabandal, a Saragoza, a Santiago de Compostela, a Lourdes, a La Salette, à Rue du Bac, a Medjugorje
Se existem tantas outras Aparições Verdadeiras e Seguras para seguir e acompanhar, porquê continuar a acreditar naquelas porcarias do Escorial? Estude-se, acredite-se, siga-se e ponha-se em prática estas Aparições que acabei de enunciar.
Se quiserem experimentar, por curiosidade, conhecer o local, vão lá, mas bem protegidos… e, mesmo assim, só não digam que não avisei!
http://www.amen-etm.org/FichadoEscorial.htm

FALSAS APARIÇÕES DO ESCORIAL

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...