sexta-feira

JACAREÍ APARIÇOES E O ATAQUE AO CLERO E A IGREJA

4.5) A defesa e o ataque de Marcos

Marcos não apenas insere novos elementos nas suas aparições, mas também inicia um processo de combate aos sacerdotes e ao bispo de São José dos Campos, realizado durante suas pregações nos Cenáculos e nas mensagens atribuídas a Nossa Senhora. Isso acontece como uma defesa do vidente após a rejeição de suas manifestações pelo clero local.
Em suas pregações durante os Cenáculos ele fala da existência de um combate generalizado dos padres contra as aparições, e, consequentemente, contra Nossa Senhora. Por isso ele avisa aos participantes que o clero está corrompido, pois não quer que as pessoas “venham ouvir as mensagens de nossa mãe celeste”. No entanto, segundo ele, apesar dos sacerdotes desaconselharem a participação nos Cenáculos, Maria pede enfaticamente que “seus filhos” compareçam e orem, que não ouçam os “maus conselhos” dos padres.
O ataque ao clero em alguns casos toma dimensões pessoais, e vem por meio de palavras atribuídas a Nossa Senhora. Uma mensagem que teve muita repercussão na diocese foi transmitida no Cenáculo de Novembro de 2005, em que, segundo o vidente, Maria diz que “o bispo Dom Nelson é o filho que ela menos ama”. Vale a pena analisar com mais cuidado este evento.
Ela foi proferida após o bispo ter se manifestado contra as aparições – para o vidente Marcos, em consulta particular, pois ele nunca as mencionou publicamente em
suas pregações63 – fato que ofendeu o vidente. Segundo Marcos, ele foi “escolhido por Nossa Senhora”, ele é “o mensageiro de Maria”, assim, diante da rejeição do clero, do rompimento com a RCC, a única fonte de legitimidade que lhe resta é o contato com Maria, a crença em ser o único a receber as suas mensagens. Por isso Marcos usa as mensagens para combater a rejeição do clero. Entretanto, as mensagens de Maria não podem trazer elementos de discórdia, pois ela é a mãe carinhosa, que ama a todos os seus filhos – como analisaremos no próximo capítulo, a maternidade de Nossa Senhora é uma característica central das aparições – por isso não pode deixar de amar Dom Nelson. Porém, tudo indica que pode amar menos.

Marcos, em seu isolamento, apoiando-se em Nossa Senhora, em suas palavras e mensagens, acaba por criar uma escala de seu amor maternal, na qual ele é o mais amado dos filhos – por seguir as determinações de Maria -, em seguida vem aqueles que participam dos Cenáculos e também cumprem as determinações “dela”, e por último todas as pessoas que não participam, e principalmente aqueles que a combatem, inclusive o clero - os sacerdotes e o bispo, por não reconhecerem as aparições, e, pior, tentarem convencer os católicos a não participar das aparições.

Dessa forma, a única moeda que resta ao vidente é sua capacidade de falar com Maria. Ela, porém, não é suficiente, pois a construção da verdade da crença depende de uma reciprocidade de perspectivas, cuja troca ele rompe de maneira unilateral na forma como usa o seu dom.

5) As aparições contemporâneas: continuidades e inovações


Neste item nos propomos a analisar duas características centrais das aparições de Nossa Senhora em Jacareí: as mensagens transmitidas pela Virgem ao vidente e a presença do Rosário na imagem e nas mensagens de Maria, bem como nas práticas rituais dos Cenáculos. Notamos que estes elementos – as mensagens e o Rosário – estão presentes nas aparições de Nossa Senhora em Jacareí, mas também em outros fenômenos do mesmo tipo, sendo que os participantes os utilizam para estabelecer conexão e continuidade entre as aparições de Maria em diferentes épocas e em diferentes locais. Entretanto, estes dois elementos também ganham novas características nas aparições contemporâneas, ou seja, apesar de indicarem a
 

63 Embora Dom Nélson não tenha se manifestado publicamente contra as aparições, ele nunca as apoiou e instruíu os sacerdotes de sua diocese a fazer o mesmo.

continuidade entre esses fenômenos, estando presentes no padrão de aparições do século XIX, eles se ajustam as características do modo de vida contemporâneo, mas sem perder seus antigos significados. Isso fica mais evidente em relação ao Rosário, como demonstraremos a seguir.

A) As mensagens e segredos

A aparição e a transmissão da mensagem de Nossa Senhora para Marcos Tadeu é o momento central dos Cenáculos. Dado o período extenso das manifestações – elas acontecem desde 1991 – há um grande número de mensagens atribuídas à Virgem de Jacareí. Por exemplo, em 2000 foi publicado um livro com as mensagens transmitidas até aquele ano, que possui 860 páginas. Atualmente são editados CDs anuais com as mensagens de cada visão.

A transmissão de mensagens é um dos aspectos inovadores das aparições do Século XIX, sendo elas as responsáveis pela dimensão pública das manifestações da Virgem a partir deste período. Anteriormente, como demonstrado por Barnay (2000), o contato de Maria com os homens já existia, porém, não havia a transmissão de uma mensagem destinada a toda a humanidade, que deveria atingir um grande número de pessoas, de realizar a conversão. Esta dimensão proselitista do contato de Maria com os homens é estabelecida no século XIX, a partir das três aparições francesas mencionadas no início deste capítulo - Rue du Bac, La Salette e Lourdes – e devido à intervenção da Igreja sobre elas, como demonstrado anteriormente.
Além da dimensão pública das mensagens, também o conteúdo delas possui elementos semelhantes desde este período. Segundo Carlos Steil o modelo das aparições marianas é estruturado a partir Fátima, e também de La Salette64, destacando o papel importante das mensagens e segredos transmitidos por Nossa Senhora. Segundo este autor “A mensagem, geralmente relacionada ao contexto em que vivem os devotos, e os segredos, que apontam para o fim dos tempos e para a afirmação da autoridade da Igreja, se tornam o eixo em torno do qual o evento e o discurso das aparições modernas vão se organizar” (2003:29).