segunda-feira, 19 de setembro de 2016

PAIZÃO DE MARCOS TADEU - JOGATINA POLITICA

Depois de muitos anos eu resolvi assistir novamente pela internet o cenáculo, era o dia dos pais.

Quando eu vi todas aquelas homenagens, eu achei que ele havia se reconciliado com o pai biológico alcoólatra que batia na mãe dele e que abandonou a família quando ele e o irmão ainda eram crianças! Achei que ele havia reencontrado o pai, agora devoto e morador de uma cidade no interior da Bahia.

Deste ponto de vista, eu achei até compreensível que ele estivesse exagerando nas comparações e nas homenagens durante o ce
náculo de dia dos pais! Chegou a me comover por alguns momentos. 
Mas a comoção acabou quando ele fez uma comparação horrível com o que ele chamou de "homossexualismo" - qualquer um sabe que este termo é ofensivo para com os homossexuais e evoca uma idéia de doença - e que os que pensavam isso dele e do pai só poderiam ser podres por dentro e por aí vai. Estragou um momento que poderia ser bonito com comentários preconceituosos que trouxeram de volta o incidente com o Charlie Hebdo.

E agora vem a verdade: então tudo não passa de um esquema para aumentar a influência política do santuário.

Inaugurou uma imagem da Rainha e Mensageira da Paz na praça central de Ibitira-BA, esquecendo-se totalmente de que o Estado é laico e mostrando o que todos já sabem, que as cidades do interior são terras sem lei.
via (Goncalves)



.
 .
 .
 .
.
 .
 .
 .


Deixe seu Comentário: