domingo, 17 de julho de 2016

EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE JACAREÍ . Santuário das Aparições de Jacareí SP . falsas ou verdadeiras.

padre Dimas Lara Barbosa, da Diocese de São José dos Campos, disse que existe o perigo de o evento se transformar em exploração comercial. Ele afirmou que a igreja vai acompanhar o assunto à distância.

“Durante os cenáculos, Marcos faz o papel de pregador e anuncia supostas mensagens que teriam sido passadas a ele por Nossa Senhora. Ele canta e toca para o público, que aplaude fervorosamente o show.

“Ele anunciou no microfone que estará lançando até o final do mês um CD com cânticos religiosos gravados por ele e outros colaboradores. Marcos também pretende lançar em breve a terceira edição do livro que conta sua história desde a sua infância. O livro custa R$ 12.

A Igreja Católica não admite as aparições de Nossa Senhora para Marcos,

“Marcos afirma ter visões de Nossa Senhora desde os 13 anos. Ele está construindo no "Morro das Aparições" um centro de devoção à santa. O terreno possui 24,2 mil metros quadrados e foi adquirido por ele em janeiro por R$ 90 mil. Marcos afirmou ter conseguido o dinheiro por meio da venda de fitas K-7 e de vídeo.”


Curiosamente a página eletrônica em que está publicada essa reportagem na internet está indisponível em seu link original, mas pode ser acessada devido à presteza do armazenamento em cache oferecida pelo Google(acesse AQUI).

A afirmação do padre Dimas Lira Barbosa citada na reportagem não é uma manifestação única de preocupação com as peripécias de Marquinhos: carta circular assinada por Dom Nelson Westrupp, scj., presidente do Conselho Episcopal Regional Sul 1 – CNBB e datada de 16 de novembro de 2007 oferece informações sobre o “trabalho” de Marquinhos e aponta várias contradições nas ditas “mensagens” que recebe (leia a carta na íntegraAQUI).




www.jacareiencantado.blogspot.com.br  <<<<<
www.jacareiencantado.blogspot.com.br  <<<<< www.jacareiencantado.blogspot.com.br  <<<<< www.jacareiencantado.blogspot.com.br  <<<<< www.jacareiencantado.blogspot.com.br  <<<<<

http://domandreonline.blogspot.com.br/2011/06/aparicoes-de-jacarei-sp-avisos-do-ceu.html

Estaríamos diante de um possível santo? Ou santos? Se oração resolvesse alguma coisa, no que depender desse grupo o céu está garantido!

Mas, parafraseando a Bíblia, “nem só de reza vive o missionário, mas de alguns (muitos) milhares de reais”, vejamos o que diz uma reportagem assinada por Renato Isique e publicada no jornal O Vale Paraibano no dia 09 de julho de 1999. Os destaques emnegrito são meus:

Um verdadeiro esquema para megaeventos, com seguranças particulares, estacionamento, barracas para a venda de artigos religiosos e sistemas de luz e som, foi montado por Marcos Tadeu Teixeira, 22 anos, no local denominado por ele de ‘Morro das Aparições’, no bairro Campo Grande, em Jacareí.

“Todo dia 7 de cada mês, Marcos realiza cenáculos de devoção à Nossa Senhora, reunindo de 10 mil a 30 mil fiéis no local, onde supostamente a santa faz aparições. Anteontem, a reportagem do Vale Paraibano acompanhou o evento, que começou às 18h e durou cerca de seis horas.

“Uma multidão de fiéis compareceu ao local, onde cantaram, rezaram e fizeram saudações à santa. Os organizadores estimaram um público de 18 mil pessoas.

A infra-estrutura montada no local inclui 20 torneiras de onde sai uma água supostamente abençoada pela santa e que, segundo Marcos, teria poderes de cura. Alguns fiéis saíram decepcionados pelo fato de não terem visto a santa (leia texto abaixo) (Nota do blogueiro: infelizmente tal texto não está disponível na página em questão).

O esquema montado por Marcos também possui 23 seguranças uniformizados, recebendo R$ 25 para cada dia de trabalho.

“As barracas comercializam desde terços, santinhos e fitas de vídeo e K-7, que falam sobre a vida de Marcos e as supostas aparições da santa. São arrecadados cerca de R$ 25 mil em cada cenáculo, segundo a mãe de Marcos, Helena Tadeu Teixeira, que auxilia na organização do evento.




http://www.vitimasdejacarei.blogspot.com.br
Faça sua denuncia anônima via Fale-Conosco, no blog

 

Deixe seu Comentis . sem maldição: